Trabalho premiado na I FETEC-MS mostra a importância da integração entre Escola e Universidade


Entre os dias 24 a 27 de outubro de 2011 foi realizada, na cidade de Campo Grande, a I Feira de Tecnologias, Engenharias e Ciências de Mato Grosso do Sul (I FETEC-MS). A Feira aconteceu na Cidade Universitária, onde foram expostos trabalhos realizados por alunos das escolas de ensino médio e técnico-profissionalizante de Mato Grosso do Sul. 
O evento contou com o apoio de diversas instituições e organizações e funcionou como um grande estímulo para o desenvolvimento das ciência e da tecnologia no estado. Um dos grande objetivos foi o de chamar a atenção das autoridades para o potencial criativo e intelectual que nossos alunos e professores possuem para o desenvolvimento da pesquisa científica. A qualidade dos trabalhos apresentados e o interesse e a motivação de professores e alunos que participaram da feira justificam a manutenção e a ampliação das oportunidades para pesquisa científica e produção de tecnologia em todos os níveis, do ensino básico ao ensino superior. 
Um dos grande exemplos de integração entre Escola e Universidade foi o trabalho apresentado pelo aluno Kévin Araújo Fernandes, do 2º ano do ensino médio da E. E. Profª. Geni M. Magalhães. O aluno foi bolsista da FUNDECT/MS, através do Programa de Iniciação Científica Júnior (PIBIC-Jr), no período de JUL/2010 a JUL/2011 e desenvolveu seus estudos junto à UFMS – Câmpus Ponta Porã (CPPP/UFMS). Para a I FETEC-MS, Kévin contou com o apoio e a parceria dos acadêmicos Carlos Eduardo Rodrigues e Paulo Eduardo Suriano Tiene, do curso de Ciência da Computação do CPPP/UFMS. O grupo desenvolveu uma proposta conjunta na área das Ciências Exatas, envolvendo a robótica. O objetivo foi o de mostrar a importância da matemática, da lógica, da física e da química para o desenvolvimento de tecnologia. Para isso, os alunos desenvolveram um robô de baixo custo, mostrando a aplicação dos conceitos e fundamentos das ciências exatas para a construção e a programação do robô.

O projeto foi o melhor colocado na área das Ciência Exatas e, como um dos principais resultados do esforço conjunto, foi concedida mais uma bolsa de um ano dentro do Programa de Iniciação Científica Júnior do CNPq ao aluno Kévin. Segundo o aluno Kévin, “Para mim, como aluno do ensino médio, essa é mais uma grande oportunidade de continuar desenvolvendo os meus estudos junto à UFMS de Ponta Porã para que, no futuro, eu esteja cada vez mais preparado para a universidade e para o mercado de trabalho. Isso só é possível, graças à chegada da UFMS aqui em Ponta Porã e às oportunidades de bolsa que são oferecidas aos alunos”.

Os três alunos envolvidos no projeto são membros do Programa de Extensão “NERDS da Fronteira”, vinculado aos Cursos de Matemática, Sistemas de Informação e Ciência da Computação do Câmpus de Ponta Porã da UFMS, que possui recursos do MEC que vêm sendo aplicados no estímulo à realização dessas e de diversas outras ações de extensão na cidade de Ponta Porã. As ações do Programa “NERDS da Fronteira” vem consolidando a presença da instituição nesta região do estado, descobrindo e despertando pessoas com talento e vocação para a área das ciências exatas e estimulando a comunidade local a prosseguirem os seus estudos no ensino superior.

Uma das consequências imediatas de todo o trabalho desenvolvido pelos alunos é a criação do Laboratório de Robótica de Ponta Porã (LaRPP), que consiste no espaço destinado à implantação de toda a estrutura que dará o suporte necessário ao desenvolvimento das ações e das pesquisas na área de robótica.

About the Author

Adriely Bernal

No Comments

Comments are closed.